dr daniel carvalho

| 18.jul.2016 | Postado por

Deseja executar uma corrida saudável para sempre?

Cerca de 65-75% dos corredores irão experimentar alguma lesão ao longo de 1 ano. Isso faz com que a execução correta da corrida e uma preparação específica seja sempre necessária.
A lista de lesao na corrida é extensa, mas um dos mais  importantes, segundo estudos recentes, está relacionada com a passada longa ou overstrading. Overstrading ( OH – figura)  pode ser medida através de uma linha invisível que vai da perpendicular do centro de massa de seu corpo ( 5 vértebra lombar até o solo) até onde o seu pé toca no chão.

dr daniel carvalho

 

 

Quanto maior for o passo, maior será a quantidade de deslocamento vertical e consequentemente, mais alto e mais longe será a sua passada, dificultando a aterrisagem. Esta combinação da biomecânica da corrida pode levar a maiores sobrecargas sobre o copro, principalmente o seu joelho. Algumas pessoas têm força suficiente para absorver este impacto excessívo, mas a grande maioria não. Mesmo aqueles que possuem uma mecânica favorável para a absorção, não é fisiologicamente eficiente produzir maior carga do que o necessário.


A maneira mais adequada para saber se voce está executando uma passada em overstrading, é realizar uma avaliação biomecânica da corrida para que seu treinador corrija esta alteração o quanto antes.


2 maneiras de melhorar a passada larga – Overstriding


1. AUMENTE A SUA CADÊNCIA. Pesquisadores da Universidade de Wisconsin investigaram o aumento do numero de passos reduziriam as forças de impacto, concluíram que os aumentos sutis na cadência pode reduzir substancialmente a carga nas articulações do quadril e joelho durante a corrida e pode ser benéfico na prevenção e tratamento de lesões comuns da corrida.


2. MELHORE O PADRÃO DA PISADA, evitando, se possível, a pisada com o calcanhar. 

Procure sempre a orientação de um especialista