BLOG

Tratamento da lesão do ligamento cruzado em Curitiba

Introdução

O ligamento cruzado anterior (LCA) é o ligamento mais lesado do corpo humano. A maioria das lesões ocorre durante a prática esportiva, principalmente aquelas que exigem mudanças rápidas de direção e contato corporal. São lesões frequentes na segunda e terceira década de vida e, apesar do aumento da incidência no sexo feminino, ainda predominam na população masculina. Além das alterações agudas, a lesão do Ligamento cruzado anterior está associada a risco aumentado de artrose prematura do joelho.

Mecanismo de Lesão

  • Trauma indireto: são os mais frequentes e ocorrem pelo mecanismo de entorse do joelho.

 

 

Diagnóstico

  • História clínica: relato do mecanismo de trauma ( indireto ou direto); estalido audível, aparecimento de edema e incapacidade de continuar a atividade são as queixas principais.
  • Exame físico: deve ser realizado nos dois joelhos, comparativamente. Observação da marcha, anormalidades no alinhamento do joelho, da rotação tíbia e déficit da musculatura. Realizar avaliação do Lca através de testes específicos que indicam instabilidade.
  • A ruptura isolada do Ligamento cruzado anterior ocorre em menos de 10% dos casos e a avaliação para pesquisa de lesões associadas deve ser realizada ( meniscos, cartilagem e outros ligamentos)
  • Exames de imagem: A ressonância magnética é frequentemente utilizada para confirmar o diagnóstico da lesão do Ligamento cruzado anterior. Além disso, é importante o raio x para afastar fraturas.

Tratamento ( procure sempre um especialista)

  • Considerar fatores relativos ao paciente: sexo, idade, ocupação, nível de participação esportiva, lesões intra-articulares associadas, grau de frouxidão do joelho e expectativas para o futuro.

CONSERVADOR: reservado àqueles pacientes que não desejam retornar à qualquer tipo de atividade física. Deve-se enfocar o trabalho muscular para estabilização articular.

A tendência é a reconstrução do ligamento por apresentar excelentes resultados devido ao aperfeiçoamento no diagnóstico, na técnica cirúrgica e na reabilitação pós-operatória.

Tratamento agudo: reduzir dor e edema do joelho; ganhar arco de movimento de pelo menos 90º; melhorar força do quadríceps e a marcha.

 

CIRÚRGICO: várias técnicas para a reconstrução.

  • Enxerto: tendão patelar, tendões flexores e tendão do quadríceps. Resultados sem diferenças à médio e longo prazo.
  • Posição dos túneis ósseos: atualmente procura-se a posição mais anatômica dos túneis.
  • Fixação do enxerto: diversas formas de fixação; sem diferenças no resultado clínico.
  • Atualmente, os estudos da lesão do Ligamento cruzado anterior estão voltados para os resultados à longo prazo da reconstrução com banda única ou dupla. Até o presente momento sugere-se que não há diferença significante entre ambas as técnicas.


Perguntas frequentes:

1.Quais os sintomas mais frequentes na lesão aguda do ligamento cruzado anterior?

A lesão do LCA tem uma história bem típica. A ocorrência mais frequente é a sem contato, onde, o indivíduo sofre um entorse que é o deslocamento do joelho, provocando um estalo. Além disso, o indivíduo, na grande maioria das vezes o joelho incha no momento da torção, impossibilitando o retorna ã atividade. Com o passar dos dias, o joelho permanece inchado e com limitação na amplitude de movimento, este quadro pode durar por algumas semanas.

2. Qual é e como são feitos os testes para diagnosticar a lesão?

O especialista de joelho, irá realizar uma série de testes no seu joelho, para determinar se o ligamento está rompido ou não. No início, quando o joelho ainda esta inchado, existe muita dificuldade para este exame e muitas vezes, um tratamento fisioterapeutico, para auxiliar a desinchar e melhorar a mobilidade, são necessários

3. Porque a incidência de rupturas no ligamento cruzado anterior parece ser maior nas mulheres?

Embora não haja provas conclusivas, algumas terorias apontam como motivos da diferença anatômica da pelve e dos joelhos de homens e mulherse, influências hormonais e o aumento, nos últimos anos, da participação das mulheres em esportes de alta demanda

4. Qual o melhor momento de se operar?

As pesquisas mostram que o risco aumentado de artrofibrose no pós operatório é maior quando a cirurgia é feita logo após a lesão. Antes da reconstrução, deve haver redução do inchaço, quase normalização da extensão com enfase na amplitude de movimento, recuperação da musculatura extensora. Geralmente, este período gira em torno de 3 a 6 semanas.

5. Todas as lesões do ligamento cruzado anterior são cirúrgicas?

A maioria sim. o ftor mais importante é a queixa de instabilidade do joelho (falseios). Existem lesõe parciasi em que o indivíduo não sente falseios de repetição, e com um programa orientado de reabilitação, a cirurgia pode ser evitada. Nos casos em que o joelho é instável = falseia, A CIRURGIA SEMPRE É NECESSÁRIA

6. Quais os riscos de não se operar o Ligamento?

A instabilidade (joelho frouxo) gerada pela ausência do ligamento leva aos falseios de repetição. Estes falseios tem duas repercussões na articulação: lesões agudas, como aquelas encontradas nos meniscos e as lesões crônicas da cartilagem levando ao processo de desgaste chamado artrose.

7. Preciso operar, como funciona?

A cirurgia de reconstrução do ligamento é um dos procedimentos mais realizados no mundo. Realizado no ambiente cirúrgico consiste em reconstruir o ligamento lesionado, substituindo-o, por um enxerto de tendão. Realizamos o  Tratamento da lesão do ligamento cruzado em Curitiba, basta entrea em contato ( Clinica Ortopedia e Esporte Sete, fone (41) 30 266959).

Abaixo algumas orientações ao paciente, Confira:

Quer saber mais sobre o ligamento cruzado anterior? Leia abaixo

mais posts

Manual do Corredor: O Tênis Ideal

Publicado em 04.12.2014
Categorias: Manual do corredor, Medicina Esportiva
  O tipo de movimento do pé é muito importante para a eficiência da corrida. Pisadas com movimentos inadequados podem causar lesões. Sempre muito discutido entre os praticantes…

Lesão de Neymar motiva equipe de Felipão

Publicado em 04.07.2014
Categorias: Ortopedia
Neymar fora da Copa. Inacreditável, mas não foi por cartão amarelo, não foi por indisciplina, não foi por bobagem do craque, mas por uma entrada violenta de um…

A medicina e a Copa do Mundo em Curitiba

Publicado em 21.02.2014
Categorias: Ortopedia
Enfim, definidas para valer as sedes da Copa do Mundo no Brasil. Curitiba viveu dias difíceis, quase não foi confirmada por conta do atraso nas obras da Arena…

Joelho estalando, por que isto acontece?

Publicado em 15.11.2016
Categorias: Cirurgia do Joelho
  Você sabia que a maioria dos estalos no joelho são normais? Agora, se o seu joelho, além de estalar, está doendo, fique atento ao vídeo e ao…