BLOG

Conheça as lesões mais comuns no surf

A maioria das lesões são causados por wipeouts (vacas em recifes de coral, ou fundo de areia), colisões com outros surfistas na água, ou com alguma criatura oceânica ocasional, como uma água-viva ou arraia. Segundo os últimos estudos mencionados no livro do Dr. Clayton Everline, especialista em Medicina para esportes oceânicos, o índce de lesões no surf mais comuns são:

1. Dilacerações (cortes)

  • Face: 24%
  • Pés: 20%
  • Cabeça: 17%
  • Pernas: 16%
  • Braços: 6%

2. Contusões

  • Face: 30%
  • Peito: 23%
  • Braços: 9%
  • Pernas: 8%
  • Pés: 8%

3. Torções e Distensões

  • 1. joelho
  • 2. ombro
  • 3. tornozelo
  • 4. Costas
  • 5. pescoço
  • 6. quadril

4. Fraturas

  • Face: 30%
  • Peito: 23%
  • Braços: 9%
  • Pernas: 8%
  • Pés: 8%

As estatísticas de lesões para os surfistas profissionais, em comparação com os surfistas recreacionais, são surpreendentemente próximas. Isso faz sentido, considerando a natureza do surf. Portanto, é importante tomar alguns pequenos cuidados para evitar as lesões mais comuns. Lembre-se, as lesões acima são as mais comuns, mas contusões e outros acidentes mais graves acontecem todos os dias ao redor do mundo.

O melhor método será sempre a prevenção através da educação. Pensando nisso, use o sistema de amigo:

  • Nunca vá surfar sozinho.
  • Leve sempre um companheiro com você.
  • Também tenha certeza de estar sempre preparado para qualquer situação!

Iniciante

Procure se familiarizar com o que, e quem, está ao seu redor; e com que tipo de situações você está lidando acima e abaixo da água. Um dos erros mais comuns dos surfistas iniciantes, e de nível intermediário, é não saber o seu limite ou não identificar as mudanças repentinas nas condições do mar.

Pesquise

Saiba tudo sobre as condições de surf do dia. Tenha certeza que você irá dar conta do “pico”, assim sendo, reserve um tempo antes da caída para entender a topografia (areia, rocha, lava, coral ou combo). Isso será a diferença entre aproveitar a viagem da sua vida e ou uma viagem para a hospital.

Fonte: Matéria do Dr. Tim Brown, especialista em medicina do esporte e co-diretor médico da ASP.

mais posts

Artroscopia do joelho em Curitiba

Publicado em 01.08.2013
Categorias: Cirurgia do Joelho, Ortopedia, Tratamento
A artroscopia do joelho é uma técnica cirúrgica moderna, minimamente invasiva, onde o cirurgião utiliza uma pequena câmera, que proporciona uma visão clara, para diagnosticar e tratar as…

Suspensões médicas UFC Uberlândia

Publicado em 10.11.2014
Categorias: Medicina Esportiva, MMA, Ortopedia
Comunicado Oficial – Suspensões Médicas UFC Fight Night Uberlândia A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) dispõe abaixo a lista dos lutadores que participaram do UFC Fight Night…

10 dicas para a saúde do seu joelho

Publicado em 21.05.2015
Categorias: Cirurgia do Joelho, Ortopedia
    1. Pratique esportes: O esporte ajuda na melhora do condicionamento muscular e controle do peso   2. Faça um acompanhamento médico: A avaliação clínica detecta possíveis…

Manual do Corredor: O Tênis Ideal

Publicado em 04.12.2014
Categorias: Manual do corredor, Medicina Esportiva
  O tipo de movimento do pé é muito importante para a eficiência da corrida. Pisadas com movimentos inadequados podem causar lesões. Sempre muito discutido entre os praticantes…

Instagram