capa-ortopedia-esporte-artroscopia-joelho-daniel-carvalho

| 01.ago.2013 | Postado por

A artroscopia do joelho é uma técnica cirúrgica moderna, minimamente invasiva, onde o cirurgião utiliza uma pequena câmera, que proporciona uma visão clara, para diagnosticar e tratar as lesões na articulação.

De acordo com a Sociedade Americana de Ortopedia e Medicina Esportiva, mais de 4 milhões de artroscopias de joelho são realizadas em todo o mundo por ano.

 

PREPARAÇÃO PARA CIRURGIA

artroscopia joelho curitiba

Avaliação médica

Você passará por uma avaliação clínica, alguns exames de rotina ( Hemograma / Glicemia / Exames de função renal / Eletrocardiograma) e por uma avaliação com o anestesista, para identificar problemas que possam interferir com a sua cirurgia.

Antes da cirurgia, informe o seu médico sobre quaisquer medicamentos ou suplementos que esteja tomando e também, se possui alguma doença crônica.

NO DIA DA CIRURGIA

Quase toda artroscopia do joelho é feita em nível ambulatorial, ou seja, voce não precisará permanecer internado no hospital. Chegue no horário orientado pelo seu médico, leve todos os seus exames de imagem e os exames de rotina pré- anestesia, respeitando o jejum orientado previamente.

ANESTESIA

A artroscopia do joelho pode ser realizada sob 2 tipos de anestesia:

  • Regional, é aquela que amortece da cintura para baixo ( peridural ou raquianestesia)
  • Máscara Laringea, é a mais utilizada. O anestesista colocará uma máscara na laringe, fazendo com que você durma durante o procedimento. Ao término da cirurgia é feita uma infiltração com medicamento para dor dentro da articulação.
artroscopia joelho curitiba

Máscara laringea

Na consulta pré anestésica, o anestesista irá ajudá-lo a decidir qual o melhor método para você.

O PROCEDIMENTO

A cirurgia é feita por 2 pequenas incisões na parte da frente do seu joelho, onde serão inseridos o artroscópio ( pequena câmera do tamanho de um lápis). O artroscópio envia a imagem para um monitor de televisão onde o cirurgião pode ver as estruturas do joelho em grande definição. Através de instrumentos especiais, como as pinças artroscópicas, as lesões podem ser tratadas. Ao fim do procedimento, as pequenas incisões são suturadas e um curativo é realizado.

artroscopia joelho curitiba

Setas mostrando as pequenas incisões

 

artroscopia joelho curitiba

Ótica e instrumentais para artroscopia

artroscopia joelho curitiba

Foto mostrando a câmera na mão esquerda do cirurgião. Na mão direita, o instrumental acessório para tratamento das lesões

RECUPERAÇÃO

Na grande maioria dos casos, a recuperação é bem rápida ( em torno de 2 meses), dependendo da estrutura lesionada e do grau de lesão. Em poucos dias você já estará caminhando normalmente e iniciando a sua fisioterapia, conforme prescrição do seu médico.

 CUIDADOS ( sempre siga as orientações do seu médico):

  • Inchaço: após a cirurgia o joelho normalmente incha. Realiza compressas de gelo (20 minutos a cada 3 horas) mantendo a perna elevada. Pacientes que tem algum histórico de trombose, devem utilizar meia vascular de média compressão e as orientações medicamentosas de um cirurgião vascular
  • Curativo: você permanecerá com uma faixa por 2 dias e após esse período, somente um curativo pequeno sobre as incisões.
  • >Muletas: na grande maioria das vezes, não será necessário o uso de muletas.
  • Dirigir: 2 dias após a cirurgia, você já poderá dirigir
  • Medicamentos: antinflamatórios e analgésicos serão prescritos conforme a necessidade.
  • Fisioterapia: o inicio precoce da fisioterapia é fundamental na recuperação.

 

SINAIS DE AVISO 

  • Febre
  • Calafrios
  • Calor persistente ou vermelhidão ao redor do joelho
  • Dor persistente que não melhora com a medicação
  • Inchaço significativo no joelho
  • Aumento da dor em seu músculo da panturrilha

LESÕES QUE PODEM SER TRATADAS POR ARTROSCOPIA

  • Condroplastia (Ressecção das lesões superficiais da cartilagem).
  • Microperfuraçoes das lesões profundas da cartilagem com exposição do osso.
  • Retirada de partes soltas da cartilagem na articulação.
  • Mosaicoplastia (trasplante de partes da cartilagem do joelho para a área da lesão de cartilagem).
  • Meniscectomia Parcial (Retirada de partes lesionadas e soltas do menisco).
  • Sutura meniscal (Sutura de lesőes năo soltas da periferia do menisco).